Escolha uma Página

Até onde vai a real influência.
Vale, mesmo, a pena investir?

Já ouvi pessoas dizendo que alguns destes influencers cobram, até, 90 mil Reais por uma vídeo de 5 minutos no segmento de Moda & Acessórios. Poxa, é bastante dinheiro, principalmente para o pequeno lojista online.

Através de canais como Youtube e Instagram, muitas pessoas monetizam seu tempo, informações, dicas e conselhos. Milhões de brasileiros buscam solução para suas dores ouvindo opinião de especialistas de diversas áreas.

E isso é incrível e impressionante.

Nas minhas consultorias faço questão de dizer o quanto é importante a presença nas Redes Sociais e lembro que, TODAS as Redes à disposição são plataformas GRATUITAS que podemos utilizar para relacionamentos virtuais de todos os tipos.

Mas, em termos de resultados de conversão, minhas dúvidas me levaram a buscar dados de comportamento de quem se deixa influenciar…

Pesquisa

Encontrei uma pesquisa realizada nos EUA e Reino Unido pela Influencer Intelligence + Econsultancy, chamada “Influencer Marketing 2020” de 14 de Novembro de 2018.
Encontrei números que devemos estudar com atenção.

O comportamento nas Redes Sociais é muito parecido ao redor do mundo com algumas particularidades de cada país ou região. Acredito que se encaixa perfeitamente no comportamento dos brasileiros. Infelizmente, não encontrei nada sobre isso no Brasil ou outros países coom o mesmo perfil que o nosso.

A pesquisa foi publicada no site EMarketer e revela as respostas dos agentes de marketing de empresas que utilizam os Influenciadores Digitais em suas estratégias comerciais.

Em resumo:

  • 43% afirmam que os influenciadores reforçam a construção da marca dos produtos/serviços ou das campanhas;
  • 32% disseram que os influenciadores aumentam o engajamento da marca;
  • 15% acreditam que os influenciadores promovem feed-back para a marca melhorar seus produtos/serviços;
  • 12% concordam que os influenciadores ajudaram a aumentar as vendas.

Percebeu que apenas 12% disseram ter aumentado as vendas?

Fui analisar um case real e…

Tenho um cliente que vende acessórios femininos numa loja online há, mais ou menos, 1 ano. É dona de um canal de Youtube com +304k inscritos e um perfil no Instagram com 125k seguidores. Seu público alvo são mulheres 28-44 anos.

No Analytics, filtrei o período de 01-30 de Setembro 2018, com as variáveis “usuários que visualizaram páginas” e “usuários que NÃO converteram vendas”.
Veja:

Nota-se que houve um pico de acessos na metade do mês. Justamente quando a dona do site usou sua influência digital no Youtube e Instagram. A quantidade de acessos cresce quase 7 vezes!

Recortei do gráfico o intervalo 12-14 do mês para poder visualizar melhor o comportamento do usuário.
Assim:

Nos dados abaixo fica bastante claro que, apesar dos acessos de visualização de páginas únicas, NÃO HOUVE CONVERSÃO DE VENDA!!!


Até onde vai a real influência digital, então
?

No caso do meu cliente fica bem claro o poder de atração ao site.
O fluxo de visitantes cresceu quase 7 vezes, o que é ótimo para o resultado orgânico.
Mas a conversão de vendas não ocorreu.

Posso entender o investimento no Digital Influencer como parte importante do Planejamento Estratégico de Marketing, sem nenhuma dúvida de seu resultado, quando penso em Branding, ou, no fortalecimento da marca.

Também, na construção da relevância do site quando são feitas buscas dos produtos, pois o fluxo de visitantes é bastante positivo e é possível pensar em ações de Campanhas de Remarketing – no caso do meu cliente estamos fazendo exatamente assim, com excelentes resultados de conversão.

Resultado de imagem para ecommerce

É claro que alguns ECommerces devem converter venda usando esta estratégia, dependendo do tipo de produto ou serviço. A dúvida que tenho é se o valor de investimento vale a pena ou, pensando em ROI, se o valor investido em ações no Google Ads não seriam mais eficientes.

Mas, analisando a pesquisa e os resultados que recortei do Analytics, ficou comprovado que pequenas e médias lojas online, que precisam converter, não obtém resultados.

Vale a reflexão se você é dono de uma loja virtual e se deixa influenciar pelo desejo de ver sua marca associada a algum famoso